Num projeto de colaboração entre o Agrupamento de Escolas Nuno Álvares e o Conservatório Regional de Castelo Branco, os alunos de Alemão da Escola Secundária Nuno Álvares, sob a orientação da professora Ana Cravo, participaram num projeto de tradução do conto infantil “Pedro e o Lobo” musicado pelo compositor Sergei Prokofiev.

Esta obra musical, que tem por fim dar a conhecer os instrumentos musicais da orquestra, através de uma narrativa, foi apresentada no Cine-Teatro Avenida pela Orquestra Sinfónica do Conservatório Regional de Castelo Branco, no dia 21 de março de 2019.

Para poderem ver o produto final do seu trabalho, a professora e os alunos foram assistir ao concerto. A narração do texto ficou a cargo de João Artur Santos, que captou o interesse e a atenção de todos.

As alterações climáticas e a sua influência nas nossas vidas foi a temática da sessão dirigida pelo Dr. Costa Alves, meteorologista e poeta da cidade albicastrense, para alunos de Ensino Secundário, no passado dia 15 de março, no decorrer da Semana da Leitura. Esta palestra realizou-se na Escola Secundária Nuno Álvares, organizada pela Biblioteca Escolar, no âmbito do currículo da disciplina de Geografia.

Num discurso científico mas muito apelativo, o Dr. Costa Alves transmitiu aos alunos conceitos essenciais sobre a climatologia,  emquanto ramo das Ciências naturais  estudado tanto pela geografia como pela meteorologia .

Os problemas climáticos estão na ordem do dia e merecem toda a nossa atenção. Se as grandes mudanças climáticas ocorridas no passado foram provenientes, sobretudo, de causas naturais, como mudança de órbita da Terra, a quantidade de luz solar, os ciclos ou períodos de glaciações, atualmente, muitas mudanças são provocadas pelo homem. As atividades produtivas dos últimos 200 anos foram determinantes para a degradação do meio ambiente acarretando problemas climáticos muito graves.

Os alunos de 2.º ano realizaram uma visita de estudo à freguesia de Segura e aí tomaram conhecimento com a empresa “aromas do Valado”, lugar onde se produzem óleos essenciais para o fabrico de sabonetes e outros produtos de higiene e de cuidados da pele.

Foi no meio de uma paisagem campestre de excelência que proporcionou observação de póneis e plantas autóctones que a guia da visita deixou os seus ensinamentos relativos à matéria-prima que serve de base à produção dos óleos essenciais desta empresa. As fases de produção, o contacto com as plantas e produtos finais através do jogo antecederam o piquenique no campo, à sombra da azinheira.

O dia ficou completo com a visita ao Centro de Interpretação Ambiental de Segura, onde o conhecimento da fauna da zona tem o seu lugar de destaque.

Rosmaninho, alecrim, alfazema, erva-príncipe foram as plantas que os alunos levaram na memória através do cheiro e que, acima de tudo, não façam esquecer a ligação e o respeito pela Natureza.

No dia 15 de março de 2019, os alunos de 9º ano da Escola Faria de Vasconcelos, no âmbito das disciplinas de português, história, geografia e ciências naturais, e os alunos do 10º ano dos Cursos Profissionais de Apoio à Infância e de Auxiliar de Saúde, no âmbito das disciplinas de português e sociologia, realizaram uma visita de estudo a Constância, Mosteiro de Aljubarrota, Mosteiro da Batalha e Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota, sendo acompanhados pelos respetivos professores.

A saída da escola ocorreu pelas 7:45h com destino a Constância. Aí, os alunos começaram por observar a junção entre os rios Zêzere e Tejo e a Casa Museu de Camões. Puderam fazer uma visita guiada ao jardim Horto de Camões, tendo contactado com a flora que o poeta referiu na obra "Os Lusíadas", e ainda puderam observar o jardim de Macau, o Planetário de Ptolomeu, a Esfera Armilar e um painel de azulejos, assinalando a viagem de Camões até Macau.