A turma EFA do secundário, realizou uma atividade, com os professores do secundário para assinalar o Dia Internacional da Educação na Prisões comemorado a 13 de outubro, tendo a mesma sido enviada para concurso nacional “DIEP 2021”.

A professora de Inglês desta turma Dolores Fidalgo, lembrou-se do album dos Pink Floyd, The Wall”, no qual se encontra a canção “We don´t need no Education” e, adaptou a letra ao contexto prisional dos alunos, frisando “We all need more Education”. De seguida, ensaiou os alunos para cantarem esta canção com a respetiva letra em Inglês.

O professor desta turma de Aplicações Informática, professor Paulo Serra imprimiu a letra em folhas A4, e com a ajuda de uma aluna universitária de Estudos Musicais, Marta Domingues procederam à montagem de som desta atividade, a qual foi realizada sem a ajuda de qualquer telemóvel ou outro equipamento semelhante, de acordo com as normas de segurança seguidas por todos no Estabelecimento Prisional. O equipamento usado, foi uma máquina fotográfica velhinha, que temos na escola do Estabelecimento Prisional.

 

CONSULTA DA PROVA/PEDIDO DE REAPRECIAÇÃO/PEDIDO DE RECLAMAÇÃO

 

De acordo com a NORMA 02/JNE/2021, é admitida a reapreciação dos exames finais nacionais, provas de equivalência à frequência e provas a nível de escola.

Quando a prova, para além da resolução escrita, incluir a observação do desempenho de outras competências, nomeadamente componente prática ou componente de produção e interação orais, só é passível de reapreciação a parte escrita.

A formalização do pedido de reapreciação de uma prova implica a suspensão da classificação que fora inicialmente atribuída, sem prejuízo da sua utilização, a título provisório, para efeitos de apresentação do processo de candidatura ao ensino superior, no caso dos alunos do
ensino secundário.
A classificação que resultar do processo de reapreciação é aquela que passa a ser considerada para todos os efeitos, ainda que inferior à inicial, sem prejuízo do estabelecido anteriormente.
A classificação final da reapreciação pode ser inferior à classificação atribuída aquando da classificação da prova, não podendo, no entanto, implicar em caso algum, a reprovação do aluno quando este já tiver sido aprovado com base na classificação inicial, caso em que a classificação final da reapreciação será a mínima necessária para garantir a aprovação.

 

É hora de seguir o caminho do 5.º Ano com tantas memórias boas para levar!

Professores e alunos empenharam-se para que o momento de deixar o 4.º ano ficasse gravado com muita felicidade e emoção.

Sucesso e muitas Felicidades para todos!

(Clique na imagem para ver o vídeo)

Todas as turmas de 4.º Ano do Agrupamento de Escolas Nuno Álvares visitaram, em dias diferentes, no mês de junho, o Museu da Seda. Veem agora, com outros olhos, os bichos-da-seda, pois ficaram a saber muito mais sobre a origem desse tecido tão precioso que é conhecido, desde há muito.

Sabiam que:

“Os bichos-da-seda se alimentam de folhas de amoreira e os ovos têm 1mm comprimento?

A origem da seda é na China, há cerca de 5000 anos? Quem revelasse o segredo do bicho-da-Seda era decapitado.

O bicho forma o casulo, transforma-se em crisálida e de crisálida passa a borboleta?

A seda era vendida consoante o seu peso – 1 kg de seda equivalia a 1 kg de ouro. A seda conseguiu entrar no Império Romano e a China deixou de ter o monopólio da seda.

Este museu foi inaugurado no dia 5 de dezembro de 2016 pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.”