netGIAE

Provas Finais, Exames Nacionais

Cursos Profissionais

 

 

 

No dia 15 de maio, os alunos do 12º ano da turma TAS, no âmbito da disciplina de Área de Integração, realizaram uma visita de estudo à cidade de Lisboa. O objetivo foi explorar locais de significativa importância para a democracia portuguesa. Entre os pontos visitados estavam o Largo do Carmo, o Terreiro do Paço, a Avenida da Liberdade e a antiga sede da PIDE, além de outros espaços emblemáticos da cidade. O itinerário incluiu também uma visita à Casa dos Bicos, proporcionando aos alunos uma experiência enriquecedora sobre a história e a cultura democrática de Portugal.

“Serei o que me deres... que seja Amor” |Abril – Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância|

Laço Azul das Crianças - Jardim de Infância da Escola Cidade de Castelo Branco

Laço Azul Humano - Escola Faria de Vasconcelos

Para assinalar o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância,  o Agrupamento de Escolas Nuno Álvares promoveu um conjunto de atividades e ações de sensibilização, na sequência do repto lançado pela CPCJ de Castelo Branco e da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), aderindo  à campanha  intitulada “Serei o que me deres… que seja amor”.

Assim, crianças dos Jardins de Infância e 1º ciclo em conjunto com a comunidade escolar, formaram um “Laço Azul Humano” nos respetivos recintos das escolas , construiram um laço simbólico com os brinquedos doados pelas famílias e elaboraram ainda pequenos laços azuis , os quais exibiram nas suas camisolas.

Duas turmas do 5º ano de escolaridade das escolas Cidade Castelo Branco e Faria de Vasconcelos deslocaram-se, na manhã de 30 de abril,  com os seus professores às “Docas” para se unir a outras turmas do concelho, de modo a formar um gigante “Laço Azul Humano”.

Foram ainda colocados laços grandes nas entradas principais das escolas, uns elaborados pelas crianças dos Jardim de Infância e 1º ciclo, com as respetivas educadoras , professoras e auxiliares, outros executados por alunos do Curso Profissional Técnico de Saúde,  captando a atenção de toda a comunidade escolar para esta causa.