A história para lançamento do Dia Nacional do Pijama 2022 intitula-se “O Ladrão de Girassóis”, o que originou um pedido das Educadoras para que fosse construído em casa das crianças, um girassol,

utilizando materiais reciclados.

A este pedido, as famílias responderam em massa, com uma explosão de criatividade surpreendente.

Chegaram ao JI muitos girassóis. Pudemos observar inúmeros materiais, variados tamanhos e diferentes formas.

Todos os girassóis foram, orgulhosamente, expostos no JI, partilhando esta mostra de “arte” com todos os que passaram no Jardim de Infância.

Aos “artistas” só podemos dar os parabéns e agradecer a sua participação.

 

No dia 10 de novembro, eu e os meus colegas, do bloco G, fomos à Quinta do Chinco fazer o nosso magusto.

Brincámos muito na quinta e eu gostei muito, porque foi um dia diferente.

Apanhámos azeitonas nas oliveiras.

Cantámos muitas canções e comemos as castanhas assadas.

Que boas estavam!

Quando regressávamos para a escola vimos muitas ovelhas.

Foi um dia especial!

                                                                                               Diana, 2.º A

11 de novembro

 É uma, são duas, castanhas p’ra mim

São três ou são quatro castanhas p’ra ti …

… São nove ou são dez da fogueira a sair

Tão bom partilhar, tão bom repartir.

Foi a cantar esta canção que o nosso Magusto começou.

O dia estava fresquinho…

mas com a fogueira acesa e a vontade de brincar o frio fugiu p'ra

longe, até deu p’ra farruscar e com o carvão desenhar.

Para cumprir a tradição, na tarde do dia 11 de novembro, dirigimo-nos novamente ao local da Quinta do Chinco, para a realização do Magusto, comemorativo do Dia de S. Martinho.

À volta da fogueira, enquanto esperávamos pelas belas castanhas assadas, cantámos algumas canções e divertimo-nos com vários jogos tradicionais e brincadeiras.

Toda a atividade decorreu num ambiente muito animado e tivemos uma tarde de saudável convívio entre todos os participantes (alunos, professores e funcionárias).

Maria de Lurdes Andrade

No passado dia 11 de novembro, nós, os alunos do 4º ano da Escola CCB, tivemos oportunidade de passar uma manhã diferente, fora dos muros da escola.

Fomos até ao local aprazível que é a Quinta do Chinco, onde participámos numa atividade agrícola que sempre decorre por esta altura do ano – a apanha da azeitona.

Cada turma teve a seu cargo a colheita de uma oliveira, onde utilizámos todos os utensílios e alfaias que puseram à nossa disposição e seguimos todas os procedimentos que nos foram indicados.

Todos demos o nosso melhor, participando com muita animação e entusiasmo e assim concluímos esta tarefa com sucesso. Ficámos a conhecer melhor como se desenvolve esta atividade, que nem sempre é fácil, para chegar até ao produto final que é o azeite.

No final, ainda houve tempo para cada um comer o seu lanche, que a fome já apertava, e desfrutar de algumas brincadeiras, aproveitando o belo dia de sol que se fazia sentir.