No dia 22 de abril comemorou-se o dia da Terra e o clube de voluntariado da ESNA “Partilha” organizou atividades para assinalar o mesmo de forma a envolver os alunos dos 9.º A e B e 11.º F e G.

Assim,os alunos do 9.º B envolveram-se na realização da exposição sobre este tema, orientados pelas professoras Ana Luísa Pinho e Dolores Fidalgo. Foi montada no átrio da ESNA, a exposição alusiva a esta temática, tendo as professoras Antónia Correia, Conceição Pombo e Ana Diva dado um contributo inestimável na montagem da mesma. O trabalho desenvolvido por todos, professores e alunos refletiu um espírito de solidariedade e partilha que muito enriqueceu e alegrou a todas as professoras. Partilhar ideias e projetos une alunos e professores e todos nos sentimos mais “cheios” e ricos.

 

Dando continuidade às atividades desenvolvidas no Projeto de Tutoria ao Grupo A da ESNA, os tutores Beatriz Roque, Isabel Silva, Hugo Frade e Matilde Roque do 10.º E criaram um painel alusivo à Páscoa e ao seu significado de Paz, Harmonia e Solidariedade.

Desta forma, nas aulas de Educação Visual, foi feita uma sensibilização para a época pascal e, sobretudo, um apelo à paz na Ucrânia. Num projeto realizado com materiais reciclados, com cores alusivas ao povo oprimido e com motivos primaveris relativos à Páscoa, resultou um painel, cuja realização motivou o empenho, interesse e dedicação das alunas do Grupo A e dos seus Tutores.

A exposição do trabalho final à comunidade escolar encontrou-se no átrio da ESNA.

A docente de Educação Visual,

Conceição Pombo

Vencido algum tempo sem torneios na ESNA a alegria de participar em torneios regressou.

Realizou-se no dia 8 de abril, o torneio de futsal com 16 equipas distribuídas por 3 competições (feminina, 3.ºciclo masculino e secundário masculino).

Na competição feminina, as atletas da equipa “As Dribalas” arrebataram o 1.º lugar da competição.

Analogamente no 3.º ciclo masculino, a equipa vencedora foi “Rolinhas FC”.

No secundário, o triunfo tocou a equipa “P 90’S” que venceu a formação “Mancos FC” num jogo eletrizante que conduziu os espetadores ao rubro.

O Grupo de Educação Física congratula-se com o sucesso de mais uma edição deste evento desportivo, após algum tempo de paragem, devido à pandemia,  que promove o desporto, estilos de vida saudáveis, o convívio e a proximidade entre os elementos da comunidade escolar.

Saúda-se o empenho e a atitude desportiva de todos os intervenientes.

O grupo de Educação Física da ESNA.

No dia 4 de abril, as turmas dos 10.ºs anos F, G e H participaram numa sessão de sensibilização no âmbito dos recursos hídricos promovida pelo Representante da Quercus, Samuel Infante. A docente de Geografia A tinha inscrito a atividade no início do ano letivo no PAA no âmbito dos recursos hídricos nacionais.

A atividade procurou operacionalizar as Aprendizagens Essenciais (AE) relativamente às disponibilidades hídricas face aos diferentes usos, relacionando com a especificidade climática do país onde existe irregularidade intra e interanual da precipitação no território nacional.

Pretendemos treinar os nossos alunos no sentido de se tornarem cidadãos e futuros profissionais críticos quando ao uso da água, com ferramentas que possibilitem a tomada as decisões mais acertadas no âmbito das características hídricas do país. Assim, pensamos contribuir para alguns dos princípios enunciados no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória (PASEO), nomeadamente nas áreas de competências de raciocínio, resolução de problemas e relacionamento interpessoal, entre outras.

A docente da disciplina de Geografia A das turmas dos 10.º anos dos Cursos de Ciências Socioeconómicas e de Humanidades, F, G e H da ESNA, tinha inscrito, no início do ano letivo, no PAA uma visita de estudo ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) de Castelo Branco.

As turmas G e F já se deslocaram nos passados dias 25 e 30 de março respetivamente e a turma H fará a visita no próximo dia 20 de abril, que, por motivos exteriores à Escola, não foi possível realizar na mesma altura das outras turmas.

A visita encontra-se inserida no âmbito curricular da disciplina – subtema os “recursos hídricos”, unidade “a especificidade do clima português” – mais diretamente relacionada com a operacionalização das Aprendizagens Essenciais (AE) relativas às especificidades climáticas, a sua relação com as disponibilidades hídricas, distribuição geográfica e variação intra e inter anual da precipitação, relacionada com a circulação geral da atmosfera.