A Escola Secundária Nuno Álvares comemorou no dia 27 de setembro o Dia Europeu do Desporto Escolar realizando um grandioso torneio de Basquetebol 3x3 com o objetivo de promover o desporto e a atividade física. Neste contexto, os alunos em idade escolar representam um segmento especialmente importante na promoção física e do desporto, tendo em conta que é nesta etapa da vida que as crianças e jovens adquirem as bases da sua literacia motora e adotam hábitos de vida saudáveis.

Assim, o Grupo de Educação Física organizou um torneio de Basquetebol 3x3 em que 210 alunos se juntaram a esta iniciativa e demonstraram todos os seus dotes no basquetebol.

Ficam as equipas vencedoras por escalão:

3º Ciclo – feminino, a equipa vencedora foi o 8ºano “Não Sei”.

3º Ciclo – masculino, a equipa triunfadora foi a turma do 9ºA “Número 1”,

Secundário – feminino, coube à turma do 12ºE arrebatar o 1ºlugar.

Secundário – masculino, o vencedor foi a turma do 12ºF.

Efetuou-se no dia 6 de junho, o sublime Torneio de Futsal da Escola Secundária Nuno Alvares, organizado pelo Grupo de Educação Física, contou com a participação de 22 magníficas equipas (9 equipas do ensino básico - 3ºCiclo e 13 equipas do secundário), próximo de 220 alunos revelaram toda a sua perícia na arte do futsal.

Destacamos no sexo feminino a prestação motora de todas as alunas intervenientes, numa competição aguerrida, mas com muito desportivismo e fair play, a equipa vencedora no 3ºciclo foi o 7ºA  que ganhou na final ao 8ºA por 4-1, no secundário o 1ºlugar coube a equipa das As Misses que derrotaram na final as Ninfas do Futsal por 7-0.

Relativamente ao sexo masculino em que as qualidades técnicas e táticas dos alunos foram exaltadas ao mais alto nível, no 3ºciclo salientou-se a equipa do 8ºA que após um emocionante jogo com os Bodes Marinhos 5 igual no tempo regulamentar de jogo, levou a melhor na marcação de grandes penalidades.

Três alunos do 11ºA, Diogo Freire, João Ferreira e Leonardo Lourenço, estão a desenvolver o projeto “Biochattels”.

Esta ideia surgiu num desafio do Cool-Working – “Bootcamp-36h Non Stop” no qual tinham 36h para criar uma ideia de negócio. Os alunos tiveram a ideia de fazer segmentos de móveis a partir da caruma, daí “bio” de biológico e “chattels” que em português significa bens móveis.

A ideia continua a ser trabalhada na Fábrica do Jovem Empreendedor com o apoio da professora Vera Gonçalves (coordenadora do projeto) que lhes propôs a participação nesse concurso integrado no programa “Cria o Teu Futuro”, promovido pela CIMBB – Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa.

NUNO ÁLVARES, ÚNICA ESCOLA DO PAÍS COM DOIS REPRESENTANTES

Maria Eduarda Caldeira e José Filipe Afonso, alunos do 12ºC da Escola Secundária Nuno Álvares, conquistaram, no passado dia 25 de maio, em Provas Nacionais realizadas em Coimbra, presença em Finais Internacionais de Física.

Com os brilhantes resultados obtidos, José Afonso e Eduarda Caldeira integrarão equipas que representarão Portugal em provas internacionais. Assim, José Afonso estará presente em  Tel Aviv, Israel, nas 50as Olimpíadas Internacionais de Física (IPhO), entre os dias 7 a 15 de julho e Eduarda Caldeira irá representar Portugal nas 24as Olimpíadas Ibero-americanas de Física (OIbF) que este ano se realizam na cidade de S. Salvador, El Salvador, de 5 a 14 de Setembro.

As duas equipas que representam Portugal nestas provas são constituídas por um total de nove alunos, oriundos de todo o país. Este ano, a Escola Secundária Nuno Álvares é a única que se faz representar por dois alunos e em ambas as provas.

O AENACB congratula-se com a presença destes alunos em tão importantes provas internacionais e deseja-lhes o maior sucesso!

A turma de Literatura Portuguesa do 11.º ano da ESNA participou, no dia 21 de maio, no programa da Presidência da República “Escritores em Belém”, com a escritora e editora Rosário Pedreira.

A escritora fez uma breve apresentação da obra publicada e do modo como ela se cruzava com a sua biografia, afirmando que as bases da coleção juvenil que publicou em parceria, estavam na vivência de uma infância feliz. Ao falar da sua obra poética, explicou de forma clara a diferença entre escrever um poema e fazer uma letra para uma canção ou um fado.

Abriu-se, em seguida, um período de tempo para questões colocadas pelos alunos. Apesar de haver três escolas a participar no evento (Alcobaça e Oliveira de Azeméis), com um número muito maior de alunos, os estudantes da ESNA intervieram de forma brilhante, com perguntas pertinentes e com leitura de poemas da autora.