Decorre, até dia 7 de julho, no corredor central da Escola Faria de Vasconcelos, a exposição sobre o património natural e arquitetónico da cidade de Castelo branco. Esta exposição foi organizada pelos alunos do 6º ano, no âmbito do DAC.

A exposição contém roteiros turísticos, desenhos de monumentos da cidade e do Parque do Barrocal, trabalhos sobre a fauna e flora do Parque e ainda atividades de escrita criativa.

Alguns dos trabalhos sobre o Parque do Barrocal, foram publicadas, por sugestão da Representante dos Pais/Encarregados de Educação do 6ºB, na página do Facebook do Parque  ( Parque do Barrocal - Página inicial | Facebook ).

Aguardamos a visita!

Em ano de pandemia e, salvaguardando a saúde de todos, a professora de Educação Visual e de Complemento de Educação Artística e os alunos das turmas A e B do 7º Ano da Escola Secundária Nuno Álvares decidiram levar a cabo uma mostra virtual de alguns dos trabalhos realizados nas duas disciplinas durante este ano letivo.

Assim, foi feito um vídeo contendo trabalhos realizados no âmbito dos domínios da técnica, da representação, do discurso e do projeto, nomeadamente nas áreas do desenho técnico, da representação expressiva de formas e dos princípios básicos do design.

A realização destes trabalhos teve como objetivos primordiais os de desenvolver estratégias para a construção das relações entre o olhar, o ver e o fazer, conjugar a experiência pessoal, a reflexão, os conhecimentos adquiridos, na experimentação plástica de conceitos e temáticas, procurando a criação de um sistema próprio de trabalho e estabelecer objetivos, traçar planos e concretizar projetos, com sentido de responsabilidade e autonomia.

Com a esperança de que o contexto do próximo ano letivo permita a realização de uma mostra física dos trabalhos realizados, aqui vos deixamos a nossa mostra virtual de 2020/2021.

Gabriela Valente (Professora de EV e de CEA) e alunos dos 7º A e B/NA

Nos dias 21 e 27 de maio de 2021, respetivamente, os alunos das turmas B e A do 6.ºano da Escola Faria de Vasconcelos, visitaram o Parque do Barrocal, em Castelo Branco, acompanhados por alguns dos seus professores. Esta visita decorreu das 9:00 às 12:30 e os seus objetivos enquadram-se no âmbito do DAC (Domínio de Articulação Curricular) que tem vindo a ser desenvolvido em ambas as turmas desde o 5.ºano.

Antes da visita, cada aluno recebeu um guião no qual constavam as tarefas/ atividades que deveriam desenvolver no âmbito das várias disciplinas e, à entrada do parque, foi também fornecido um mapa/ roteiro ilustrado, muito útil.

No parque do Barrocal existe uma grande biodiversidade. No que diz respeito à fauna, podem observar-se vários tipos de borboletas (como a borboleta cauda-de-andorinha), répteis (como a salamandra e o sardão), aves (como o abelharuco), javalis, entre outros. Quanto à flora, destacam-se os carvalhos, os sobreiros, as giestas, o rosmaninho e também o jacinto-dos campos, o narciso e as donzelas. Os caminhos e passadiços foram adaptados às características topográficas e geológicas do lugar, o que, juntamente com os mirantes (que permitem contemplar o campo e a cidade), proporciona uma experiência muito enriquecedora aos visitantes.

Decorreu no passado dia 11 de novembro, na Escola António Sena Faria de Vasconcelos, a 1ª eliminatória das XXXIX Olimpíadas Portuguesas de Matemática.

Participaram um total de 11 alunos, distribuídos pelas Categorias Júnior, 4 alunos, e A, 7 alunos.

Na Categoria Júnior participaram os alunos Gonçalo Vinagre, Guilherme Ribeiro, Liana Ramos e João Ferreira (do 6º ano) e, na Categoria A, os alunos Beatriz Ramalhete, Guilherme Rodrigues, João Tonel e Leandra Donets (do 8º ano), Renato Damas (do 9º ano) e Diogo Nunes e Hugo Frade (do 9º ano).

Em todos estes alunos foi notório o seu empenho e persistência na resolução dos problemas propostos no âmbito desta atividade, tendo-se verificados que os alunos Gonçalo Vinagre e Hugo Frade foram apurados para a 2ª eliminatória desta competição, agendada para o passado dia 13 de janeiro. No entanto, devido ao agravamento da pandemia, esta eliminatória foi adiada para data a designar.

No dia 17 de fevereiro, os alunos da turma do 3º A da Escola Faria de Vasconcelos deslocaram-se à Biblioteca Municipal, para, aí, receberem o prémio pelo 2º lugar, conseguido no Concurso dos Presépios de Natal, juntamente com outras turmas do concelho, também estas premiadas.

Este Concurso, promovido pela Biblioteca Municipal, tinha em vista, sobretudo, dinamizar a interação com a comunidade escolar concelhia, e esse objetivo foi realmente conseguido. Em todos os trabalhos houve empenho, houve originalidade e criatividade; testemunhavam a preservação e a valorização das construções tipicamente tradicionais, e até pelos materiais empregues, o respeito pelo ambiente não foi esquecido.

Durante o desenvolvimento da Atividade, foi notória a importância dada ao símbolo do presépio, por este continuar a ocupar um lugar de relevo no Natal do nosso povo, incontestável expressão de cultura popular que merece todo o nosso respeito e preservação.