No passado dia de 25 de março, os alunos da Escola Básica Boa Esperança, dirigiram-se ao Cine-Teatro, com o propósito de assistir a um clássico musical intitulado –“O Pedro e o Lobo” de Prokofiev.

Primorosamente executada pela Orquestra Regional do Conservatório, esta peça musical foi acompanhada em simultâneo pelo relato pausado da história, por um elemento desta Orquestra. Desta forma puderam entender todo o enredo da mesma, e constatar que é possível contar histórias através da música e dos seus instrumentos.

 

Para que todos tenham consciência de que a água não é um bem inesgotável, deslocou-se à nossa escola uma colaboradora da empresa EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres), com o fim de alertar todos os alunos da nossa escola, incluindo os mais pequenos, dos perigos que corremos se todos se propuserem gastar sem limites, este recurso da natureza.

Foram expostas as várias formas de que dispomos para poupar água, a começar pelas tarefas mais elementares, sendo que se todos derem o seu contributo o Planeta agradece.

Tiveram ainda oportunidade de, através de um filme de animação, ficar a conhecer ou rever no caso dos mais velhos, o Ciclo da Água, em simultâneo com as diferentes fases de limpeza e desinfeção da mesma, que ocorre nesta estação de tratamento.

 

 

No passado dia 14 de março, os alunos de 1º ano da Escola da Boa Esperança, foram participar numa atividade promovida pela Biblioteca Municipal, onde puderam assistir à apresentação da história –“ O Dinossáurio Belisário”, que consistia nas tiranias de um dinossauro com mau feitio, infringidas àqueles que o rodeiam.

Confrontados com esta história de maldade, há que concluir que fazer mal, não compensa.

Baseados nesta história, e nos seus personagens, ainda houve oportunidade de todos participarem em jogos interativos, com todo o entusiasmo e animação que estes despertam.

 

 

Os alunos do 4º ano da Escola Básica da Boa Esperança assistiram a uma divertida representação de uma serie de fábulas por um grupo de alunos do 3º ano da licenciatura em Educação Básica, da Escola Superior de Educação, de Castelo Branco.

Ao longo do espetáculo, os pequenos espetadores tiveram de realizar algumas atividades, revelando a sua capacidade de interpretação dos principais aspetos divulgados através das fábulas. A comunicação estabelecida entre os intervenientes foi bastante gratificante.

No final, os alunos entoaram uma cantilena em tétum (língua oficial de Timor Leste) com a ajuda dos alunos da ESE.

Houve fábulas e foi muito engraçado.

As alunas do 1.º ano do mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo, representaram, para os alunos do 1º ano, o conto de Hans Christian Andersen “O Rouxinol” e o conto de Pedro Seromenho “A Cidade que queria viver no Campo, em formas animadas, para os alunos do 3º ano de escolaridade.

Gostamos muito destas atividades e esperamos poder repetir esta experiência.

 

Os alunos do 1º ano da Escola Básica da Boa Esperança visitaram a exposição "A Floresta Muito mais do que madeira".

Aprendemos ao longo da visita como funciona uma árvore, com se forma o húmus, o que é a madeira e que as florestas são os ecossistemas terrestres com maior diversidade do mundo. Conservam o património de milhares de milhões de anos de evolução. As nossas árvores regulam a humidade e a temperatura, mantêm em funcionamento o ciclo da água, purificam o ar, favorecem a formação de húmus e protegem da erosão.

Foi de grande interesse esta visita de estudo.