A Escola Cidade de Castelo Branco, do Agrupamento de Escolas Nuno Álvares, ficou em 2.º lugar nas Olimpíadas da Física - Escalão A, da Região Centro Interior, destinada a alunos do 9.º ano. A medalha de prata conquistada teve um forte impacto junto da Sociedade Portuguesa de Física, uma vez que a equipa albicastrense é constituída apenas por alunos do 8.º ano.

Afonso Galvão, David Domingos e Luís Oliveira, orientados e preparados pela professora Florinda Carrega, fizeram história nestas Olimpíadas, que decorreram na Universidade da Beira Interior, no passado dia 23 de abril, onde participaram equipas da Região Centro Interior.

O Clube de Ciências da Escola Cidade Castelo Branco, inserido no clube “Há Ciência na Cidade”,  tem desenvolvido desde o início do ano letivo diversas iniciativas que visam criar as condições necessárias para se implementar uma horta pedagógica. Logo no início do ano letivo, preparou-se o espaço através da fertilização do solo e a delimitação dos espaços a ocupar. Para além disso, definiram-se as culturas a desenvolver, nomeadamente, o cultivo de faveiras, ervilheiras, alfaces, couves, rabanetes, salsa, alhos, feijoeiros, batateiras e cebolas.

No final do segundo período, já eram visíveis os resultados do trabalho desenvolvido, pois muitas das plantas cresceram e floriram, o caso das ervilheiras e das faveiras. É de referir que outras se encontravam em desenvolvimento, sendo necessário aguardar mais algum tempo para que venham a atingir o máximo desenvolvimento – alhos e batateiras.

Projetos da Escola Cidade Castelo Branco premiados com 3.350€

O Agrupamento Nuno Álvares acaba de ser contactado por Dª Ana María Rodríguez Gil, assessora técnica da Consejería de Educación de la Embajada de España, a dar conta de que os projetos desenvolvidos pelos alunos de Espanhol, e coordenados pelo docente Jorge Garcia, foram premiados pelo júri dos “Premios Pilar Moreno Díaz de Peña”.

No prazo de 10 anos, este será o 5.º prémio nacional que o professor do agrupamento e os seus alunos recebem da Embaixada de Espanha e da Secretaria-Geral de Educação e Ciência, como reconhecimento do trabalho desenvolvido na escola albicastrense.

Os Prémios Pilar Moreno apresentam duas categorias e, em ambas, os alunos da CCB foram distinguidos. Na categoria “Concurso de carteles”, a aluna Mariana Abrantes alcançou o 1.º lugar nacional e, na categoria “Un viaje cultural a España”, o projeto desenvolvido durante o 2.º período pela turma B do 9.º ano granjeou o 2.º lugar. Os prémios serão entregues numa cerimónia a decorrer em Lisboa, no próximo dia 19 de maio, onde o Agrupamento Nuno Álvares será representado por um grupo de alunos, pelo Professor Jorge Garcia e pelo Diretor do AENA, Professor António Carvalho, de acordo com o convite endereçado pela Embaixada.

Realizou-se nos dias 5, 6 e 7 de abril o já tradicional torneio de Badminton da Escola Cidade de Castelo Branco. Estiveram presentes 124 atletas, nos vários dias de competição, divididos por anos de escolaridade e por género, do 5.º ao 9.º ano.

Destacamos o empenhamento de todos e o fair play demonstrado ao longo da competição.

As classificações foram as seguintes:

No dia 30 de março de 2022, foi hasteada a 13.ª Bandeira Verde do Programa Eco-Escolas na Escola Cidade de Castelo Branco.

A cerimónia contou com a presença da Professora Anabela David, Coordenadora da CCB, do Diretor do Agrupamento, António Carvalho, do Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Leopoldo Rodrigues, da Presidente da Cáritas, Dr.ª Fátima Santos, da Engenheira Susana Valente dos Serviços Municipalizados, do representante da Quercus, Professor João David, além dos alunos da escola, respetivos professores e funcionários.

Foi realizado um desfile com as doze bandeiras anteriores, desde o ano letivo 2008/2009, com a bandeira da Ucrânia na frente e o com o Clube de Percussão no fim, animando a cerimónia. Houve também um discurso dos alunos do Eco-Escolas, da Coordenadora, do Diretor do Agrupamento e do Presidente da Câmara, congratulando-se pela atribuição do galardão Bandeira Verde, mas também apelando à continuidade do trabalho em defesa e proteção do ambiente.

No final do evento foi descerrada a placa de “Escola Amiga da Criança” e entregues pequenos vazos de suculentas, em copos de café reutilizados, aos membros do Conselho Eco-Escolas. 

O Clube de Jornalismo da CCB