netGIAE

 

 

No dia 1 de fevereiro, o 4.º A da Escola Cidade de Castelo Branco foi visitar o Museu Cargaleiro, uma das pérolas mais bonitas da nossa cidade.

Os alunos ficaram encantados com aquelas “cidades” tão coloridas e cheias de luz. Adoraram as formas, as cores e a harmonia que o Mestre tão bem representa com a sua arte.

A visita terminou possibilitando a cada aluno dar asas à sua imaginação, recriando uma obra do Mestre Cargaleiro em azulejo. Que belo momento!

Foi um passeio bonito, muito enriquecedor e de grande criatividade!

 

Professora Patrícia Caetano

Atividade em Cibersegurança junta alunos de várias idades

A Escola Cidade de Castelo Branco, pertencente ao Agrupamento de Escolas Nuno Álvares, assinalou, no passado dia 6 de fevereiro, o “Dia da Internet Mais Segura”, com a realização de workshops sobre Cibersegurança, destinados aos alunos dos 1.º e 3.º ciclos.

Num mundo cada vez mais digital, em que as ameaças cibernéticas são uma realidade constante, torna-se essencial adquirir competências para prevenir, identificar e neutralizar possíveis ataques. Sob essa perspetiva, Ângela Oliveira, professora de Informática da Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco, e convidada para dinamizar o evento, incentivou os jovens alunos a tornarem-se "CiberExploradores", com o objetivo de proteger o Mundo Virtual. Esse desafio serviu como catalisador para uma série de aventuras empolgantes.

Além de destacar os perigos do ciberespaço, o workshop teve como meta formar os alunos do 3.º ciclo, capacitando-os para serem agentes multiplicadores dessa mensagem crucial entre os seus colegas mais novos. A abordagem adotada incluiu a utilização de jogos de tabuleiro, usando a gamificação como uma metodologia motivacional para facilitar a aprendizagem.

A escolha de métodos tradicionais também visou enfatizar a importância da Higiene Digital, promovendo um comportamento seguro online.

 

No passado dia 18 de janeiro, a Escola Cidade de Castelo Branco comemorou a atribuição da 15.ª Bandeira Verde, no âmbito do Programa Eco-Escolas com uma atividade dinamizada por alunos elementos do Conselho Eco-Escolas com a colaboração das Coordenadoras do projeto.

A atividade contou com a presença dos elementos do Conselho Eco-Escolas, alunos, professores e funcionários.

Esta distinção significa que a escola foi mais uma vez reconhecida, a nível nacional, pelas suas preocupações e ações ambientais, sendo motivo de grande orgulho para toda a comunidade escolar, pois simboliza o compromisso da escola em zelar pelo ambiente e pela sustentabilidade.

Foi relembrada a importância da continuidade de alguns comportamentos a adotar por toda a comunidade educativa: manter os espaços limpos; deitar o lixo nos contentores; fazer a correta separação de resíduos; preservar os espaços verdes; manter os equipamentos escolares; não desperdiçar água; não desperdiçar energia; reutilizar materiais.

A atividade contou ainda com a atuação dos elementos dos Clubes “Pequenos Cantores” e Percussão e com a colaboração dos alunos e professores da Impressora de Sorrisos que criaram as lembranças para todos os convidados.

No dia 19 de janeiro de 2022, o Clube de Jornalismo da CCB visitou o museu do Cargaleiro situado na zona antiga de Castelo Branco.

Os alunos visitaram, em primeiro lugar, o edifício mais antigo, conhecido como Solar dos Cavaleiros. Este edifício tem uma história peculiar, pois foi mandado construir pelo Bispo João de Mendonça, mas ia sendo destruído mais tarde. A Câmara Municipal interveio e o Solar foi reconhecido como Património Municipal. Sendo este um monumento do nosso município, havia a necessidade de o restaurar, o que fez com que convidassem o mestre Cargaleiro a criar o seu próprio museu.

No Solar, os alunos conseguiram observar a arte “ratinha”, denominada assim pois os beirões que trabalhavam nos campos alentejanos, eram chamados “ratinhos” pelos mesmos.

 

No dia 07 de dezembro deslocou-se à Escola Básica Cidade de Castelo Branco a Dr.ª Hortense Martins deputada do Partido Socialista pelo ciclo de Castelo Branco.

A sua presença inseriu-se no âmbito do Projeto “Parlamento dos Jovens” e teve como finalidade dar a conhecer aos alunos do 9.º ano a vida de um deputado na Assembleia da República. Para além disso, foi também efetuado um pequeno debate sobre o tema do “Parlamento dos Jovens” deste ano, as “Fake News”.

Os alunos demonstraram grande interesse e curiosidade, tendo sido muito interventivos.