Integrado no Festival Literário Fronteira 2019 – Festa da Literatura Infantil e Juvenil a escritora Olinda Beja esteve na escola Nossa Senhora da Piedade dia 3 de abril num encontro com alunos do 3º e 4 º anos e na Escola Faria de Vasconcelos dia 4 de abril com aluno do 6º ano. Esta escritora nascida em S. Tomé e Príncipe, estudou em Portugal, mas um dia resolveu voltar às raízes maternas, e a partir de então, tem assumido o papel de embaixadora da cultura saotomense.

Nas suas obras estão bem presentes as influências culturais daquelas ilhas como refere a autora “escreve livros e conta histórias sempre que o seu coração lhe pede”. Foram momentos muito interessantes onde alunos e professores assistiram a uma forma de contar histórias com os ritmos africanos transportando-nos para esse continente.

No final a escritora observou os trabalhos que os alunos realizaram a partir do desafio lançado no festival literário “Escrita a 1000 mãos”