Este ano, a Escola Cidade de Castelo Branco iniciou o Dia Eco-Escola, 5 de junho, também Dia Mundial do Ambiente, com uma parte significativa de alunos, professores e funcionários, a deslocar-se a pé para a escola. A localização do estabelecimento de ensino numa periferia da cidade, dificulta as deslocações a pé devido às grandes distâncias a percorrer, contudo, muitos corresponderam ao apelo e algumas turmas até se organizaram com os respetivos diretores de turma para fazerem a deslocação do seu bairro até à escola, a pé.  

 

À tarde, a comemoração do Dia Eco-Escola continuou com a atribuição de medalhas aos alunos que maior quantidade de tampinhas recolheram ao longo do ano letivo. A cerimónia teve a participação de grande parte dos membros do conselho Eco-Escolas e terminou, como é habitual, com um lanche e convívio entre os participantes.

As tampinhas recolhidas ao longo do ano, cerca de 900Kg, serão entregues à Cáritas de Castelo Branco, com um objetivo de carácter solidário e, ao mesmo tempo, ambiental.

Na mesma cerimónia, foram entregues os diplomas/certificados do SuperT de Geografia, Espanhol e Físico-Química, aos alunos que participaram na competição a nível nacional e que obtiveram excelentes qualificações, a maior parte, nos dez primeiros lugares, entre milhares de concorrentes.

Eco-Escolas 2017_2018: Resumo das atividades