No âmbito da realização do Bibliopaper anual, proposto pela Professora Bibliotecária, Maria da Saúde Machado,NA Bibliopaper novembro às turmas dos alunos recém-chegados à ESNA, os alunos do 7.º B pronunciaram-se acerca do papel das bibliotecas no desenvolvimento da criança/jovem e sobre a leitura como ocupação dos tempos livres.

Gonçalo Martinho: "A Biblioteca é um local sagrado, cheio de informação e de livros de grandes autores. Estes livros podem ser de vários géneros, como: aventuras, contos, histórias verídicas, etc. Na minha opinião, a Biblioteca é uma cidade de folhas escritas com imaginação e um pingo de ternura, terror, amizade e muitas mais emoções.Ela é um espaço ao serviço de todas as idades, de uma forma didática, pois não são só as crianças e os jovens que nela aprendem mas também todas as pessoas, todos os dias, podem aprender algo novo.Felizmente, existem muitas bibliotecas no mundo para todos disfrutarem dos seus pertences. Pessoalmente, recomendo a Biblioteca a todas as pessoas do mundo!"

A Biblioteca Escolar desenvolveu atividades com os alunos de 8º ano,Saber mais 01 em articulação com TIC, no âmbito das literacias da informação, no sentido de preparar para a correta elaboração de trabalhos de pesquisa. Foram abordados os seis passos essenciais à realização de um trabalho:

1. Definição da tarefa;

2. Estratégias para procurar a informação;

3. Localização e formas de acesso;

4. Uso da informação;

5. Produtos (como posso mostrar os resultados?)

6. Avaliação.

Espera-se que, com esta atividade, os alunos compreendam a importância que os trabalhos de pesquisa podem ter na sua formação, quando devidamente preparados e realizados.

Relembrar a importância de uma alimentação equilibradaDia da Alimentacao 01 e saudável nunca é demais, por isso a biblioteca da EB Cidade de Castelo Branco promoveu uma Hora do Conto para não deixar passar esta data em branco.

Os alunos dos Jardins de Infância da EB CCB e BE (Boa Esperança), da EB 1 da Mata e dos Escalos de Baixo e do 2º ano (CCB e BE) ouviram a história "Que grande abóbora, Mimi", a história de uma bruxa boa e inteligente que se preocupa bastante em ter uma alimentação equilibrada e saudável.

No final da história os alunos responderam a algumas perguntas, tendo demonstrado que estiveram atentos e foram desafiados pela professora bibliotecária para uma atividade de grande criatividade: transformar legumes ou frutos em objetos, tal como a bruxa Mimi o fez.

Os resultados de toda esta criatividade podem ser apreciados na exposição que se encontra na EB Cidade de Castelo Branco.

Nos dias 1 e 3 de junho, a Biblioteca EscolarHissing Hattie 02 assinalou a hora do Conto com uma atividade surpreendentemente diferente. As turmas do 4º ano tiveram oportunidade de assistir a uma história contada integralmente em Inglês. Antes da história propriamente dita, os alunos aplicaram vocabulário relacionado com a mesma, o qual havia sido previamente enviado às professoras de Inglês dos 4ºs anos para que os alunos pudessem aprender vocábulos fundamentais ao seu entendimento. Recorrendo a um divertido PowerPoint, a professora narrou as aventuras e desventuras da cobra Hattie que, ao acordar de um pesadelo, constata que tem um problema de difícil solução: um nó na sua cauda. Hattie só conseguiu resolver este problema graças à colaboração e solidariedade dos seus amigos da selva.

No final da história, os alunos receberam um merecido aplauso, pois superaram largamente o desafio proposto: entender e participar numa história sem recorrerem à língua materna.

Para comemorar o Dia Mundial da Criança, Dia Mundial Criancaas salas do Jardim de Infância e as turmas do 1º CEB das escolas Cidade de Castelo Branco, da Boa Esperança, dos Escalos de Baixo e a escola do 1º CEB da Mata, estiveram envolvidas na criação de um painel alusivo a esta data, o qual foi exposto no átrio da Escola Cidade de Castelo Branco.

A cada uma das salas/turmas foi entregue uma folha de papel de cenário pré-dimensionada que cada grupo decorou a gosto, dando asas à imaginação, relativamente à temática e diversidade de materiais utilizados.

O resultado, depois de feita a junção de todos os trabalhos, traduziu-se num belíssimo e colorido painel onde se misturavam, numa invulgar harmonia e produzindo um espetacular efeito visual, acrósticos, pensamentos, colagens, pinturas e desenhos, saídos das mãos dos pequenos artistas.

Este desafio, lançado pela Biblioteca Escolar, teve uma excelente participação por parte da comunidade escolar envolvida, tendo superado largamente as expetativas.