Descarrega a aplicação Particulate Matter e verifica a qualidade do ar na Escola Cidade de Castelo Branco

Já é possível monitorizar a qualidade do ar na escola Cidade de Castelo Branco. Já se encontra instalado o sensor de partículas que a escola recebeu no âmbito do projeto “A qualidade do ar que respiramos”. Este projeto, que recebeu um prémio da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), pretende monitorizar as partículas poluidoras como as PM10 e as PM2,5 (sigla em inglês, PM, de particulate matter). Estas partículas são oriundas de fontes naturais, como os vulcões, poeiras ou incêndios em florestas, ou de causas antropogénicas, principalmente devido à queima de combustíveis fósseis pelos motores dos veículos.

As PM10 e PM2,5 são um tipo de partículas inaláveis, de diâmetro igual ou inferior a 10 e 2,5 micrómetros (µm), respetivamente. Estas partículas podem penetrar no aparelho respiratório, provocando inúmeras doenças respiratórias e algumas podem ainda entrar na corrente sanguínea. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as partículas não devem ultrapassar, em 24 horas, 50 (µg/m3) para as PM10 e 25 (µg/m3) para as PM2,5 .

Para acompanhar os valores destes dois tipos de partículas, assim como os valores da temperatura, humidade e pressão atmosférica, que, em tempo real,  estão a ser registados na Escola Cidade de Castelo Branco, basta descarregar a Particulate Matter App e procurar a cidade de Castelo Branco.

Põe a tua saúde em 1.º Lugar! No dia 18 de junho, Dia sem Carros na Escola Cidade de Castelo Branco, vem a pé para a escola e vamos todos verificar a diferença na emissão de partículas.