Dois alunos do Clube de Jornalismo FV, Miguel Almeida e Matilde Roque, entrevistaram a Coordenadora da Escola Faria de Vasconcelos, professora Ana Paula Almeida, com o objetivo de descobrirem algumas das novidades deste ano letivo.

 

Clube de Jornalismo FV: Qual é o seu nome completo?

Coordenadora da Escola Faria de Vasconcelos: Ana Paula Santos.

 

Em que Universidade se licenciou? E em que Curso?

Curso de História, na Universidade de Coimbra.

 

Há quantos anos é professora?

Sou professora há 31 anos.

 

Em que escolas lecionou, ao longo da sua carreira?

Em várias. Comecei nos Açores, em S. Miguel, onde estive 3 anos: 2 na escola das Capelas e 1 em Vila Franca do Campo; depois, 2 anos em Penacova; 1 ano em Stª Comba Dão; 2 anos na Mealhada; 1 ano na Martim de Freitas, em Coimbra; 10 anos na Afonso de Paiva e aqui, na Faria, há já 10 anos.

 

O que pensou quando foi nomeada coordenadora de estabelecimento?

Foi um convite inesperado e que me custou muito a aceitar, pelo peso da responsabilidade que este cargo implica.

 

Na sua opinião, o que é mais difícil neste seu novo cargo? E o que mais lhe agrada?

Os dias nunca são fáceis nem iguais… Há sempre assuntos para resolver com alunos, encarregados de educação, professores, funcionários, avarias… além disso, também sou professora de 3 turmas. O que mais me agrada é sair da escola ao fim do dia e pensar que deixei pelo menos uma parte dos assuntos resolvidos.

 

Que novos projetos estão em curso na escola?

O nosso Plano de Atividades do Agrupamento tem uma enorme variedade de atividades de todos os ciclos e disciplinas, para se desenvolverem ao longo do ano e já se concretizaram algumas neste 1º período. O principal objetivo é envolver os alunos, no sentido de melhorarem o seu aproveitamento, mas também ganharem gosto pela escola.

 

O que nos pode dizer sobre a sala 5 que tem estado a ser transformada na Oficina do Saber?

A ideia foi criar uma sala diferente, mais agradável, onde os alunos se sentissem bem. O espaço foi equipado com 12 portáteis para pesquisas; tem mesas redondas para poderem fazer trabalhos em grupo; temos estantes com jogos didáticos de várias disciplinas e outra estante com os manuais adotados. A sala tem também um quadro interativo.

O nome foi escolhido depois de muitas sugestões. “Oficina” porque significa trabalho prático e “do Saber” porque envolve conhecimentos de várias disciplinas.

 

Qual é o horário em que se pode usar a sala 5? E como pode ser requisitada e por quem?

A sala não tem horário pré-definido. Pode ser requisitada com antecedência, no PBX, por qualquer professor. De tarde, já é utilizada pelos professores com aula de apoio. Mas a ideia é também ser usada pelos professores que estão em horas de substituição, por exemplo.

 

Quer deixar alguma mensagem destinada aos alunos da Faria de Vasconcelos?

Gostava que os alunos sentissem orgulho da escola que frequentam e que, no futuro, sejam sobretudo bons cidadãos. Qualquer professor fica orgulhoso quando, uns anos mais tarde, encontra um aluno bem encaminhado, ou no ensino superior, ou com uma profissão de que gosta. É muito bom pensar que cada um de nós contribuiu um bocadinho para a formação desse aluno!

 

Não tomaremos mais do seu tempo de ouro. Agradecemos a sua disponibilidade e as suas palavras e desejamos que tudo continue a correr bem.

 

Miguel Almeida e Matilde Roque, Faria de Vasconcelos

(Clube de Jornalismo FV)