A Escola Cidade de Castelo Branco recebeu, no passado dia 15 de outubro, o Galardão Bandeira Verde, numa cerimónia que decorreu em Vila Nova de Gaia, onde apenas três escolas do concelho obtiveram esta distinção.
Bandeira verdeEsta já é a sexta vez que a Escola Cidade de Castelo Branco é distinguida com a Bandeira Verde, a qual constitui um selo de qualidade ambiental e reconhece o trabalho ambiental desenvolvido pelas escolas. A Bandeira Verde foi recebida por um grupo de 7 alunos e duas professoras, que, entre outros, integraram o Conselho Eco-Escolas.

Além da receção da Bandeira Verde, o grupo que representou a Cidade de Castelo Branco assistiu à Gala Eco-Escolas, onde houve muita música, dança e algumas surpresas – com destaque para o projeto “O planeta limpo de Filipe Pinto” destinado a consciencializar crianças e educadores para a importância de todos cuidarem do planeta e a peça de teatro Os Gnomos de Gnu.

A atribuição do Galardão Bandeira Verde decorre de uma criteriosa avaliação dos projetos apresentados, bem como do seu cumprimento, segundo critérios definidos internacionalmente, que exigem um grau elevado de qualidade. 

A candidatura apresentada pela Escola inseriu-se no Projeto Escola + Amiga do Ambiente, no âmbito do Projeto Educativo, e pôs em prática uma metodologia que, não só contribuiu para a implementação de comportamentos ambientais dentro da escola, como também permitiu que os alunos transmitissem em casa e na comunidade, as preocupações com a sustentabilidade ambiental.
O Eco-Escolas, que em Portugal já decorre há 18 edições, teve, no ano letivo passado, 1236 escolas aderentes, tendo 1100 escolas de 199 municípios demonstrado ser merecedoras do galardão Eco-Escolas.
O projeto é coordenado pelaFoundation for Environmental Education (FEE) e pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

bandeira verde