Outubro foi o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, sendo assinalado, em todo o mundo, com iniciativas diversificadas de promoção do livro, da leitura e da biblioteca. Em Portugal, a RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) propôs que se concentrassem as atividades no dia 28 de outubro.

Assim, a equipa da Biblioteca Escolar facultou textos de autores como Valter Hugo Mãe, Alice Vieira,  António Torrado, Luísa Dacosta, José Jorge Letria …, relacionados com a importância dos livros, da leitura e da biblioteca e sugeriu que, à volta desses textos, se proporcionasse um momento de leitura em todas as salas de aula, para que os alunos tivessem oportunidade de conversar e escrever sobre a biblioteca enquanto porta aberta para a vida. Os professores de Português e do 1º ciclo dinamizaram a atividade de leitura, com todas as turmas da escola, selecionando as modalidades de abordagem que melhor se adequassem ao seu público e promovendo um debate aberto e construtivo. Os alunos escreveram, ainda, um pequeno texto, dando a sua opinião sobre o valor dos livros e da biblioteca.

Esta atividade de promoção da leitura, do livro e da biblioteca foi transversal a todos os estabelecimentos envolvidos dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão.

Aqui ficam alguns depoimentos dos alunos, que aderiram entusiasticamente à partilha da sua opinião sobre a biblioteca:

- As bibliotecas são como aeroportos. São lugares de partida onde os leitores se transformam em passageiros de primeira classe. Os livros são lugares imaginários. São os ingredientes que compõem os homens e as mulheres do futuro!
- Um livro vale tanto como uma pessoa, pois quando abro um livro entro num mundo em que aprendo a viver melhor. A leitura ajuda-nos em tudo o que fazemos. Com leitura a vida torna-se mais fácil. Um livro é um amigo que, apesar de não falar, quando o abrimos ficamos com mais alegria. A biblioteca é um local onde podemos fazer isto tudo.
- Eu acho que os livros nos ajudam a treinar a leitura e a sonhar, cada livro traz-nos um sonho diferente. A biblioteca escolar é um sítio fantástico onde podemos ler, requisitar livros e muitas mais atividades.
- A importância dos livros é que nos fazem acreditar e sonhar, como o conto que eu ouvi. Se não tivéssemos uma biblioteca escolar não poderíamos sonhar, nem acreditar, nem ter esperança. Sem isso o que seria de nós?
- A biblioteca escolar é importante porque contém diversos livros que são importantes para o nosso desenvolvimento na leitura e na escrita e também para a nossa cultura.
- O livro, a leitura e a biblioteca escolar são importantes porque com eles o mundo da magia e da aventura fazem-me sentir vivo.
- Os livros dão-nos informações necessárias, a leitura leva-nos a outro estilo de vida, e a biblioteca dá-nos o passaporte para esse mundo.  
- Os livros para mim são importantes porque gosto de ler, gosto de livros com muitas histórias duma só vez. A leitura para mim é importante porque dá-me aprendizagens. A biblioteca escolar é importante para mim porque tem muitos livros, jogos, filmes, revistas e permite fazer pesquisas.
- A biblioteca escolar é um local onde se estuda e lê, mas também se convive. Esta biblioteca é muito importante nesta escola porque lá nós trabalhamos, mas também sonhamos.

No dia sete de novembro realizou-se a primeira sessão de robótica, abrangida pelo projeto “Escolher Ciência” dinamizado pela Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco.
Foi uma das muitas sessões que iremos ter ao longo do ano.

Como podemos ver nas fotos os alunos construíram um carro robô Arduíno. Este robô dá a possibilidade de programar oferecendo inúmeras potencialidades de utilização.

No fim da sessão todos os intervenientes estavam satisfeitos com a jornada e prontos para a próxima que se seguirá certamente.

Nesta aventura acompanhou-nos o professor Fábio Santos que é um dos responsáveis desta iniciativa.

Fomos conhecer a vila medieval de Castelo Branco, a 8 e 9 de novembro, no âmbito do estudo da Idade Média, no 8.º ano.

Começámos por recordar a antiga igreja gótica de São Miguel e depois contornámos a Cerca da Vila, desde o Posteguinho de Valadares até ao Castelo. Aqui tentámos imaginar como seria o castelo, a partir das ruínas existentes e da planta que nos deixou Duarte D´Armas, cerca de 1500. Depois descemos a encosta, sempre junto à Cerca da Vila. Subimos à torre ao Espírito Santo, depois seguimos em direção à torre do relógio e terminámos onde havíamos começado, deixando a cerca fechada, para que ninguém assalte a vila.

Os nomes das ruas ensinam-nos que a vila cresceu em leque, de oeste (nomes ligados à agricultura) para leste (nomes relativos à indústria). E sobretudo divertimo-nos imenso!

A Escola Cidade de Castelo Branco, agora integrada no Agrupamento de Escolas Nuno Álvares, apresentou à comunidade a Gala de entrega de Galardões de Mérito, numa cerimónia solene, que decorreu no dia 31 de outubro, no auditório da Escola Superior Agrária.

Os Galardões de Mérito, referentes ao ano letivo 2012/2013, distinguiram os alunos que mais se destacaram nos vários domínios educativos - Académico, Artístico e Desportivo. Estes Galardões, à semelhança dos anos anteriores, conjugam o trabalho e saber académicos com o empenho e dinamismo nas atividades extracurriculares.

O reconhecimento do mérito estendeu-se também aos pais/Encarregados de Educação como forma de agradecimento pela colaboração prestada à Escola, nomeadamente através do envolvimento ativo no plano de atividades, tendo sido atribuído ao Encarregado de Educação Miguel Carvalhinho o Galardão “Mérito Pais/Encarregado de Educação 2013 – Junta de Freguesia de Castelo Branco”.   

Nesta Gala, foram igualmente homenageados os professores recentemente jubilados com a atribuição do Galardão “Mérito Professores/Carreira 2013 – Caixa de Crédito Agrícola Mútuo” aos professores Etelvina Vicente, Jerónimo Barroso, João Garrido, Joana Almeida, José Belo Calcinha, Luísa Marques, Maria Clara Martins, Maria de Fátima Marques e Maria Ricardina Marques.

Também foi atribuído o “Galardão Melhores Turmas de 2013” que premiou a turma A do oitavo ano que evidenciou um conjunto de atitudes, valores e compromissos que lhe valeram uma viagem oferecida pela RBI. A outra turma nomeada pelo júri, o 6ºA, acabou por ser igualmente agraciada com o mesmo prémio.

Para que fosse possível a atribuição dos Galardões de Mérito, a Escola Cidade Castelo Branco contou com os patrocínios da Câmara Municipal de Castelo Branco, Junta de Freguesia de Castelo Branco, da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, da Rodoviária da Beira Interior, da Ourivesaria Álvaro e da Albigym.

Este ano foram apresentadas 60 propostas para a atribuição de Galardões nos vários domínios, tendo sido atribuídas distinções de mérito aos alunos propostos não galardoados.

As decisões do júri, quanto aos Galardões, foram as seguintes:

   Galardão “Mérito Artístico Ourivesaria Álvaro” - Ana Carolina Mota e Ricardo Manso
   Menção Honrosa - Patrícia Alexandra Amaral

   Galardão “Mérito Académico Câmara Municipal de Castelo Branco” - Tiago Afonso
   Menções Honrosas – Ana Margarida Barbosa, Carolina Monteiro

   Galardão “Mérito Desportivo ALBIGYM”–  Miguel Silva
   Menções Honrosas – Margarida Marques e Patrício Ramos

A Equipa Cinotécnica da Guarda Nacional Republicana de Castelo Branco deslocou-se à escola Cidade de Castelo Branco, no passado dia 16 de outubro, a fim de procederem a uma demonstração cinotécnica aos alunos do 1º ciclo, inserida nas actividades dedicadas à Semana do Animal.

Os alunos puderam observar a perícia com que estes cães procuram droga, armas e outros objectos.

Um dos elementos da equipa explicou aos alunos a importância destes animais, quer no combate à criminalidade, quer em situações de busca e salvamento de pessoas.

Todos os alunos adoraram e no final puderam interagir com os cães, que se mostraram bastante dóceis.