A Festa da Literatura Infantil e Juvenil, que este ano decorreu entre o dia 1 e 5 de abril, proporcionou aos alunos um contacto com autores, tendo-lhes dado a conhecer, de uma forma mais aprofundada, o seu trabalho e obra. No dia 3 de abril, pelas 14 horas, a Escola Cidade de Castelo Branco recebeu a conhecidíssima autora Isabel Alçada. Várias turmas de quarto ano aguardavam, ansiosamente, por este momento, pois esta autora, de renome, que no dia anterior tinha lançado o volume número sessenta e um da conhecida coleção “Uma Aventura”, trazia muitas histórias e novidades para dar a conhecer. A autora prendeu, de imediato, a atenção da audiência, ao partilhar algumas histórias e vivências da sua infância feliz, muito marcada pela autoridade positiva e criativa do pai. Este era um grande contador de histórias, um permanente estímulo intelectual, tendo, certamente, influenciado o seu talento e a imensa criatividade, patente na sua vastíssima obra. Questionada por alguns alunos, a autora desvendou como lhe surgiu a ideia para escrever o último livro, “Uma Aventura no Fundo do Mar”. Dando resposta a outra questão, relativa aos muitos e diferentes papeis que desempenhou ao longo da sua carreira - professora, diretora de uma escola, coordenadora de uma biblioteca, ministra da educação, comissária do PNL, etc. - revelou que se realizou no desempenho de todos estes cargos, que gosta de cumprir as suas funções, em cada momento, e de estar à altura do desafio que tem pela frente. Finalmente, houve um momento para a reflexão de questões ligadas à importância da leitura e como podemos tornar-nos melhores leitores.

No dia 4 de abril, foi a vez de receber o escritor e professor José Pires, numa iniciativa da Biblioteca Escolar.  A abertura da sessão, destinada a turmas do 2º ciclo,  foi feita pelo o Sr. Diretor do Agrupamento de Escolas, que falou da importância de ler e apresentou o professor José Dias Pires que foi seu professor. Em seguida, o orador começou a sessão,  falando das “Primeiras Palavras”, que tinha sido um desafio, previamente proposto aos alunos. O professor deu a conhecer alguns textos da sua autoria e interagiu com os alunos de forma bastante criativa e dinâmica. No final da sessão, houve espaço para dúvidas e questões dos alunos. Houve ainda uma surpresa, por parte do professor, que presenteou algumas alunas, com um livro da sua autoria e respetivo autógrafo,  visando premiar as melhores participações no desafio “A Minha Primeira Palavra”.