Os alunos do 2º e 3º ano da Escola Nossa Senhora da Piedade foram ao Cine-Teatro Avenida assistir à peça Pangeia.

Pangeia é uma viagem sonora e visual pelo mundo dos contos dos irmãos Grimm em que o palco se transforma num museu imaginário de objetos curiosos, através de sons escutados em headphones.

Leonor e Bernardo, dois investigadores, levam-nos para o imaginário dos contos fantásticos e para o ponto de vista dos 200 objetos que ilustram os contos, até os guizos encontrados na muralha da China ao Km 47.

No final fomos cientistas estagiários e para isso tivemos de seguir as pistas, como fizeram Hansel e Gretel, para tentar descobrir o que aconteceu ao investigador Bernardo.

Foram 60 minutos de suspense e tensão.

Receber é uma arte!

Se há algo que preza esta escola e o faz com todo o gosto é receber bem. Então quando os convidados são ex-alunos ou ex-professores, a satisfação ainda é maior.

Hoje quarta-feira, dia 11 de abril, no âmbito do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco, recebemos na Escola Nossa Senhora da Piedade, o seu Comissário José Dias Pires.

Figura emblemática da cidade, pelo seu contributo no ensino, nos diferentes níveis de ensino e, também, ex-professor desta escola e professor de muitas das professoras presentes encantou, como é costume, com a sua arte de contador de histórias.

Das inúmeras “cartas” que nos leu, dos personagens, das obras, das aventuras, passando pelas “Histórias de 4ª feira” até ao livro quase pronto, “Livro de poetar”, “o Zeca” cativou todos com as suas palavras.

Agradecemos a sua presença senhor Comissário. Será sempre bem-vindo à “sua” Escola.

Um grande bem-haja.

 

O Dia Mundial da Árvore ou da Floresta celebra-se anualmente a 21 de março.

Os alunos do 3ºB da Escola da Senhora da Piedade assinalaram esta data, como é normal nas celebrações da turma, com os livros e a leitura.  Assim, e desta vez a escolha recaiu no livro de Charles Cano “ A árvore das folhas A4”, uma árvore que sabia  o seu destino.

No período da tarde os alunos pegaram nas suas árvores, um sobreiro semeado em sala de aula em início de outubro, e um medronheiro, plantas acarinhadas e cuidadas por todos durante estes seis meses e lá foram eles ao Parque da cidade plantá-las.

Agora temos mais um motivo para visitar o Parque da Cidade, claro que temos que as identificar para que todos saibam quem foram os seus progenitores.

Em Portugal e Espanha o dia do pai comemora-se no dia 19 de março, a única diferença é que em Espanha é dia festivo. É feriado pois é o dia de São José, santo popular da igreja católica.

Existem duas histórias sobre a origem deste dia, mas para nós o importante é que é um dia em que  homenageamos os nossos pais, e para isso costumamos fazer sempre algum trabalho especial. Este ano para além de um bonito porta chaves, fizemos um livro com as diferentes tipologias textuais, e como estávamos a trabalhar os planetas o livro tinha a forma de um planeta.

Ficou um bonito trabalho e deu-nos imenso gozo fazê-lo.

A todos os pais, um FELIZ DIA DO PAI