A exposição "A Física no dia-a-dia" é uma iniciativa baseada no livro com o mesmo nome, de Rómulo de Carvalho, sendo dinamizada pelo Ministério da Educação e Ciência e pelo programa "O Mundo na Escola".
Apresentada inicialmente no Pavilhão do Conhecimento, entre novembro de 2011 e setembro de 2012, a mostra foi agora adaptada sob a forma de exposição itinerante, pelos físicos Pedro Brogueira e Filipe Mendes, professores do Instituto Superior Técnico, para uma versão mais leve, com o objetivo de ensinar os alunos a saber o porquê da física que nos rodeia, dentro dos princípios da obra que Rómulo de Carvalho deixou.

28 de outubro - Dia Internacional das Bibliotecas Escolares

 

 

“Outubro é o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, sendo assinalado, em todo o mundo, com iniciativas diversificadas de promoção, dentro e fora da escola, do espaço único de cultura, convívio e património que é a biblioteca. Em Portugal, merece destaque um conjunto de atividades que a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), tendo por mote as orientações da Associação Internacional de Bibliotecas Escolares (IASL), canalizou para o dia 28 de outubro, destinado, a nível nacional, à celebração de um serviço com um papel que se quer cada vez mais central e interventivo na vida das escolas.

Os alunos e professores dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão estarão envolvidos numa atividade conjunta de comemoração da data, centrada na leitura de um conjunto diversificado de textos emblemáticos sobre a importância dos livros e das bibliotecas.”

Rede interconcelhia das bibliotecas escolares

dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão

De acordo com as propostas apresentadas e à volta de autores como Alice Vieira, Valter Hugo Mãe, António Torrado e Luísa Dacosta, alunos e professores tiveram a oportunidade de conversar e escrever, em cada escola, sobre a biblioteca enquanto porta para a vida e enquanto espaço insubstituível na vida dos alunos.

Cada escola selecionou  as modalidades de leitura que melhor se adequavam ao seu público, mas o foco da atividade foi transversal a todas as iniciativas e a todos os estabelecimentos envolvidos: a promoção da leitura, do livro e da biblioteca, numa perspetiva de partilha alargada de experiências que foram momentos únicos e diferentes na vida diária das escolas.

D

 

 

 

Dia Mundial do Professor celebra-se anualmente no dia 5 de Outubro e  homenageia todos os que contribuem para o ensino e educação da sociedade.

Este dia presta homenagem a todos aqueles que escolheram o ensino como forma de vida e que dedicam o seu dia-a-dia a ensinar crianças, jovens e adultos.

A data foi instituída pela UNESCO em 1994 com o objetivo de chamar atenção para o papel fundamental que os professores têm na sociedade e na instrução da população.

Este ano o dia 5 de outubro foi num sábado e, por isso, no dia 4, os nossos alunos, culminaram uma atividade desenvolvida sob orientação da professora de Educação Moral e Religiosa Católica, homenageando os seus professores com belas mensagens, que lhes foram entregando ao longo do dia, sob a forma de pequenos pergaminhos. Este gesto sensibilizou bastante os docentes, que enalteceram a atitude dos jovens.

 

 

 

MENSAGENS DO DIA MUNDIAL DO PROFESSOR:

Filho,

Respeita e ama o teu professor.

Ama-o porque o teu pai também o ama e respeita;

Porque ele dedica a sua vida ao bem de tantas crianças, que o vão esquecer; ama-o porque te abre e te ilumina a inteligência e te educa o coração;

Porque um dia, quando fores homem, e nem ele nem eu estivermos já neste mundo, a sua imagem aparecerá com frequência na tua mente ao lado da minha, e então, hás de recordar certas expressões de dor e cansaço do seu rosto de homem de bem, a que agora não dás atenção e que certamente te causarão pena, mesmo passados trinta anos; e envergonhar-te-ás, sentirás tristeza de o não ter estimado muito, de te teres comportado mal com ele.

Ama o teu professor, porque pertence a essa grande família de cinquenta mil professores do ensino básico, espalhados por todo o país, que são como que os pais intelectuais de milhões de crianças que crescem contigo; são os trabalhadores mal compreendidos e mal recompensados, que preparam para o nosso país uma sociedade melhor do que a atual.

Não ficarei contente com o carinho que sentes por mim, se não sentes também carinho por todos os que te fazem bem. E, entre todos, o teu professor é o primeiro, depois dos teus pais.

Ama-o como amarias um irmão meu;

Ama-o quando é justo e quando te parece que é injusto;

Ama-o quando está alegre e simpático e ama-o ainda mais quando o vires triste;

Ama-o sempre;

E pronuncia sempre com respeito este nome “professor”, que, depois do pai, é o mais nobre, o mais doce nome que um homem pode dar a outro homem”

O teu pai

(Edmundo de Amicis: corazón. Alianza Editorial, Madrid, 1984, pp. 73-74)

 

“Os professores são tão ou mais importantes do que os psiquiatras, os juízes e os generais.

Os professores lavram os solos da inteligência dos jovens para que eles aprendam a ser pensadores, para que eles não adoeçam e sejam tratados pelos psiquiatras, para que eles não cometam crimes e sejam julgados pelos juízes, para que eles não desencadeiem guerras e sejam comandados por generais.

Obrigado por transformarem a Escola dos pesadelos na escola dos sonhos.

Obrigado por nos levarem   a descobrir que os indivíduos frágeis usam a força e os indivíduos fortes, a inteligência, e, principalmente, obrigado por nos ensinarem a apaixonarmo-nos pela vida e pela humanidade e a ver que, mais importante do que sermos negros, brancos , ricos, miseráveis, celebridades, anónimos, religiosos e ateus, somos seres humanos que devemos valorizar a nossa própria essência e respeitar as diferenças.

Vocês mudaram as nossas mentes, e nós transformaremos o mundo.”

(Filhos brilhantes, alunos fascinantes. Augusto Cury)

D