Diretor do Agrupamento felicita os alunos da Escola da Boa Esperança 05.05 A escola da Boa Esperança beneficia com a Missão Up webpelo prémio da Missão Up que resultaram entrega e dedicação do seu trabalho.

A Páscoa trouxe melhoramentos à EB Boa Esperança, uma vez que a verba recebida de 500 €, por via do prémio ganho no projeto Missão Up, foi aplicada na compra de um projetor para uma das salas de aula. Este prémio chegou já neste ano letivo e decorre da vitória das turmas de 3.º e 4.º ano daquele estabelecimento de ensino, nesta iniciativa promovida pela Galp.

Recorde-se que com a participação neste desafio de natureza ecológica os alunos ganharam um vasto conjunto de experiências: a realização de visitas de estudo à refinaria de Matosinhos e cinema São Jorge em Lisboa, a oferta de jogos Science for You e brochuras sobre a extração de petróleo. Finalmente, o conjunto de prémios é coroado com a oportunidade de proporcionar a compra de material de imagem tão necessário à dinamização do espaço de sala de aula.

Os alunos agradecem as ofertas que se afiguram um estímulo para a necessidade de preservar o ambiente ao mesmo tempo que o conhecimento do planeta e da sua relação com o homem faz das crianças os primeiros agentes de cidadania consciente.

No dia 14 de março, o Dr. Fernando Nunes responsável 14.03 Sensibilização Ambiental na escola da Boa Esperança 2pela empresa, Valnor, que procede à recolha, triagem e tratamento de resíduos sólidos na nossa zona, conduziu várias sessões de sensibilização ambiental nas escolas do nosso Agrupamento, nomeadamente para os alunos da escola da Boa Esperança.

As sessões enquadraram as questões ecológicas e de educação para a sustentabilidade do planeta de forma muito atractiva – os alunos foram alertados para o problema dos resíduos através da apresentação de PowerPoint e filme alusivo ao tema.

Os agentes da Escola Segura vieram à nossa escola Internet Segura 1ensinar-nos muitas coisas úteis no nosso dia-a-dia, que têm a ver com a segurança na utilização das novas tecnologias. Transmitiram-nos que devemos utilizar a internet, sempre com a supervisão dos nossos pais e essencialmente para fazermos pesquisas para complementar as nossas aprendizagens e claro também para ocupar algum dos nossos tempos livres, mas sempre sem exagerar. Ensinaram-nos todos os cuidados a ter com as palavras passe que utilizamos, e quais as perigosas redes sociais.

Gostámos de ouvir todas as explicações e vamos pôr em prática todos estes conselhos.

Alunos do 3º ano

Os alunos de 4.º ano da EB Boa Esperança realizaram15.02 Visita Clube-de-Ciencia-1 uma atividade experimental para a qual solicitaram orientação/colaboração do Clube de Ciências que decorre nas tardes de quarta-feira na Escola Cidade de Castelo Branco. A atividade teve lugar no dia 15 de fevereiro e uniu desta forma alunos de 1.º, 2.º e 3.º ciclos.

Os alunos da EB Boa Esperança têm em mãos um projeto de âmbito multidisciplinar e do qual a componente experimental se reveste de particular importância. Assim, as professoras Florinda e Teresa Condeixa apresentaram processos de extração de óleos, utilizando processos como a decantação ou destilação. Foi mais um momento enriquecedor de vivência experimental, com a presença dos vários elementos que este cenário envolve, em que os alunos de 4.º ano puderam desde já conhecer o que estará ao seu alcance no próximo ano letivo, podendo, assim, abrir caminho à realidade futura.

Agentes do SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente) 02 02 Visita Agentes do SEPNA EB Boa Esperanca 01visitaram a turma do 4º ano da EB Boa Esperança, no dia 2 de fevereiro, para divulgarem a ação da GNR junto da floresta.

O agente José Manuel Cruz apresentou a mascote Lince Ibérico para dar início à apresentação. Deu bons conselhos e começou por fazer o retrato das florestas da região em que a marca da poluição ainda se encontra presente (embora com melhorias a registar). As empresas continuam a infringir a lei, nomeadamente indústria têxtil, queijarias e outras que despejam nas matas verdadeiros montes de sucatas, prejudicando o ar, a água, os solos e os animais.