Para dar cumprimento ao Plano Anual de Atividades, 14 11 CCB Magusto1dia catorze de novembro, pelas dez horas e trinta minutos, realizámos o nosso magusto.

Todas as turmas do primeiro ciclo da escola Cidade de Castelo Branco se concentraram junto do bloco G, onde já as aguardavam as saborosas castanhas assadinhas, quentinhas a estalar.

Cada criança tinha feito previamente os cartuchos, que serviram para colocar as castanhas. Estavam tão deliciosas, que houve meninos a repetir.

Nos dias 10 e 11 de novembro, a Encarregada de Educação10 11 CCB Azeite1 de um aluno do 3º B, funcionária da Associação de Produtores de Azeite da Beira Interior (APABI), Ana Sofia Domingos, realizou a atividade "Da Azeitona ao Azeite".

Deslocou-se à Escola Básica Cidade Castelo Branco, às turmas de 3º ano, com o intuito de falar da importância da oliveira e do seu fruto.

Os alunos tiveram a oportunidade de assistir ao processo pelo qual passa a azeitona até se transformar em azeite. Fez-se a degustação de azeitonas e dos produtos derivados da mesma, tal como a pasta de azeitona e o azeite.

Valnor 03No âmbito do Concurso promovido pela Valnor "Ovos Amarelos", as Turmas do 2º A e 2º B da Escola Cidade Castelo Branco participaram nesta iniciativa com o intuito de sensibilizar os alunos para uma conduta ambiental responsável, reutilizando materiais usados.

As duas turmas receberam um Certificado de Enriquecedora Participação no Concurso, ficando o 2º A em 2º lugar com a Escultura " Páscoa – Reciclagem Criativa" e o 2º B em 1º lugar com a Escultura " A Alegria da Páscoa".

O 2º B foi o vencedor do Concurso, recebendo o prémio de 200 euros em material informático.

As turmas estiveram muito empenhadas na 2ª parte do Concurso " Reciclagem de Embalagens", recolhendo grande número de ECAL – Embalagens de Cartão para Alimentos Líquidos. Esta fase do concurso durou até 23 de maio.

Fátima Matos
(Professora Titular do 2º B)

 

Realizou-se no dia 28 de abril de 2016,suporte vida 01 uma ação de sensibilização, com a colaboração do INEM, sobre Suporte Básico de Vida, destinada aos alunos que frequentam o 9º ano de escolaridade na Escola Cidade de Castelo Branco e na Escola Faria de Vasconcelos. Tratou-se de uma iniciativa que pretende alertar e preparar os alunos para reagirem corretamente em situações de emergência.