Mais uma vez a comunidade Educativa de Castelo Branco 2017.12 Dia-needeu as mãos para assinalar o 3 de Dezembro, DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, uma data que se reveste de particular interesse para todos nós, porque estamos na luta pelo direito humano da integração daqueles que são diferentes, mas têm direito ao convívio fraterno. Como disse Garcia Marquez, «um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se».

Em nome do Agrupamento de Escolas Nuno Álvares gostaria de deixar expresso o quão importante é para nós o facto de estarmos implicados na luta, difícil embora, de defesa da dignidade e do bem estar daqueles que por um ou por outro modo apresentam necessidades educativas especiais., mas detentores do direito de participação na vida em sociedade. Para tal, acreditamos no nosso contributo, através do qual pretendemos concretizar um efeito de escola que ratifique a importância da educação. É longo o processo e nós, Agrupamento, caminhámos para ideários pautados por uma política de inclusão.

É com inquietações e interrogações que nos vamos debatendo no sentido de construir uma escola diversa nos seus espaços, tempos e profissionais, tentando geri-los de forma individualizada para que cada aluno possa encontrar a Resposta adequada à sua diferença. Citando Gandhi, direi também que «a força não provém da capacidade física, mas da vontade férrea». No âmbito do atendimento diversificado, colhemos os frutos que têm o sabor da alegria e do júbilo.

É dentro deste contexto de transversalidade / interdisciplinaridade, assente numa lógica de escola de todos e para todos que a nossa prática pedagógica se desenvolve .É assim que pretendemos continuar a caminhar rumo à INCLUSÃO.

Amália Moreira