PAA dezembro

Como seria viver na Pré-História? Como poderiam simples pedrasAENA ANDAKATU ATELIE 3, ser transformadas em instrumentos com diferentes finalidades? Como fazer uma fogueira, sem fósforos ou um isqueiro? E as tintas das pinturas rupestres...como teriam sido conseguidas e aplicadas?

Para responder a estas e outras questões, colocadas pelos alunos, aquando da lecionação dos conteúdos de História, do 7º ano de escolaridade, o grupo disciplinar de História convidou o arqueólogo Pedro Cura, a vir ao Agrupamento, fazer uma autêntica reconstituição de História ao vivo.

Assim, nos dias 3 e 5 de novembro, realizaram-se nas diferentes unidades orgânicas, para 114 alunos, Workshops de Arqueologia Experimental, onde se demonstrou a todos, como de uma simples pedra, podíamos obter um biface, considerado um autêntico "canivete suíço" destes tempos longínquos, dada a sua versatilidade e aplicação a diversas tarefas; como produzir o fogo e como se realizaram as primeiras obras de arte da humanidade.

Uma atividade que foi do total agrado de quem nela participou e que consolidou, sem dúvida, as aprendizagens já efetuadas em sala de aula.

As professoras Anabela David e Manuela Costa CCB Conferencia Scientixparticiparam nos dias 13 e 14 de novembro, na Conferência Nacional do projeto Scientix - The Community for Science Education in Europe que teve lugar no Centro de Congressos do Instituto Superior Técnico em Lisboa. A conferência centrou-se no debate sobre os desafios e perspetivas da Educação Científica.

Foram muitos os contributos de cientistas, investigadores e professores de diversas áreas que permitiram às professoras do Agrupamento Nuno Álvares adquirir novos conhecimentos e, sobretudo, trazer novas ideias e estratégias de ensino para a prática docente.

A conferência, organizada no âmbito do projeto Scientix 2 da European Schoolnet, contou com a presença do Secretário de Estado do Ensino Superior e da Ciência, José Ferreira Gomes, presente na Sessão de Abertura. Ao longo dos dois dias, com uma audiência repleta de professores das áreas de Ciências, foram discutidos os desafios para a educação, a ciência, investigação e desenvolvimento ou o papel da escola, e houve ainda espaço para palestras e workshops variados.

Fez-se História...Visita museu FTPJ 1

Com o intuito de contextualizar aprendizagens feitas na sala de aula e também de dar a conhecer o património local e regional, os professores de História, que lecionam o sétimo ano de escolaridade, nas três unidades do AENA, convidaram os seus alunos a visitar o núcleo de arqueologia do Museu Tavares Proença Júnior.

Esta visita realizou-se nos dias 20, 21 e 22 de outubro e possibilitou o contacto com o acervo do museu recolhido pelo seu fundador Francisco Tavares Proença Júnior. Durante as visitas os alunos tiveram oportunidade não só de consolidar as matérias já estudadas como comprovar que a nossa região foi habitada desde a pré-história e de que, no museu temos importantes vestígios desse passado remoto.

A visita conduzida pela Dra Celeste Ribeiro possibilitou um autêntico passeio no tempo que agradou a todos os que nele participaram.