2017 10 25 Luis-Portugal

 

No dia 25 de outubro de 2017, Luís Portugal, a convite das Bibliotecas Escolares, do Agrupamento de Escolas Nuno Álvares apresentou o livro "As Canções da Minha Escola", da editora Gailivro, aos alunos dos 1º e 2º anos, das Escolas da Boa Esperança, Cidade de Castelo Branco, Faria de Vasconcelos e Nossa Senhora da Piedade.

O escritor fez-se acompanhar por muitos "amigos" e, juntos, ensinaram formas divertidas de aprender Português, Matemática e Estudo do Meio, com muita música e diversão." Estudar e brincar, brincar e estudar" é a receita dada aos alunos pelo escritor e músico.

Escritora na Biblioteca da Escola Nuno Álvares

A escritora Celeste Gonçalves veio à Biblioteca da Escola Secundária Nuno Álvares2017 10 25 Celeste Goncalves NA falar para alunos do 7º e 8º anos, no dia 25 de Outubro, para celebrar a leitura e o mês das bibliotecas escolares.

Os alunos entraram no mundo da fantasia literária que só a literatura pode proporcionar, descobrindo o livro “A Oliveira Mágica”, que Celeste Gonçalves apresentou com a mestria de uma professora de filosofia: uma incursão pelo mundo rural, onde valores como a amizade e a ligação à natureza são essenciais à existência.

Através da conversa com a escritora, os alunos comprovaram uma vez mais que com os livros nunca estamos sós. Eles são um caminho para a sabedoria e para o conhecimento; com os livros e a leitura temos sempre um passaporte para outros países, culturas, tradições e história; com os livros e a leitura sabemos mais e somos melhores.

Neste sentido, a Biblioteca Escolar do Agrupamento contínua a dinamizar uma série de atividades que seduzem os alunos para o prazer de ler, para o encontro com o livro, para a descoberta desse espaço de aprendizagem e cultura.

Esta atividade integrou-se num conjunto de visitas realizado pela escritora a várias escolas do Agrupamento, a convite da BE/CRE, nomeadamente, na escola Sra. da Piedade, Faria de Vasconcelos e, brevemente, na Cidade de Castelo Branco.

A coordenadora da BE/CRE

Celeste Gonçalves, autora de obras infanto-juvenis esteve2017 24 10 Celeste Goncalves 2 recentemente (24 de outubro) nas Escolas Faria de Vasconcelos e Nossa Senhora da Piedade, escolas que integram o Agrupamento de Escolas Nuno Álvares, onde apresentou aos alunos do 3º e 4º anos a sua obra mais recente "As flores também sonham" uma obra que convida o leitor a "viver com imaginação a magia da amizade, da solidariedade, da liberdade, da responsabilidade e do conhecimento".

Foi uma sessão de autor muito interessante onde a autora pode responder a questões colocadas pelos alunos e descrever o processo e as motivações que a levaram à escrita.

No final a autora autografou as obras que os alunos e professores adquiriram oferecendo a cada escola um quadro com excelentes ilustrações da obra a cargo de Sandra Serra.

2017 10 4 CCB Dia do Animal

 

 

Os alunos do 4.º ano, das Escolas Cidade de Castelo Branco e Boa Esperança, viveram o Dia do Animal, em sessões dinamizadas pela Biblioteca Escolar, tendo concluído que os animais são muito importantes nas nossas vidas. Eles fazem-nos companhia, ajudam-nos nas tarefas diárias e, até, dão o seu contributo no tratamento de muitas doenças.

Os alunos identificaram, através de fotografias de animais, atitudes e sentimentos bem humanos. Os animais até nos dão lições de vida e podemos aprender muito com eles, no sentido de nos tornarmos melhores, com mais sensibilidade, respeitando mais os outros. Posteriormente, foi feita uma exposição de trabalhos alusivos a esta temática.

BIBLIOPAPAPER-PARA-ALUNOS-DO-7

 

Os alunos de 7º ano da Escola Secundária Nuno Álvares vieram conhecer a Biblioteca Escolar

A Biblioteca/ Centro de Recursos da Escola Secundária com 3.º Ciclo Nuno Álvares promoveu, na primeira semana de aulas, uma atividade dirigida aos alunos do 7.º ano, para dar a conhecer os recursos que a biblioteca lhes poderá proporcionar ao longo da sua escolaridade.

A coordenadora da biblioteca organizou uma ficha – BIBLIOPAPER – que abrangia diferentes aspetos, desde o horário de funcionamento, à pesquisa de títulos e autores de obras juvenis, de obras maiores da literatura nacional e estrangeira e de obras de referência, que os alunos deveriam preencher depois de uma pesquisa silenciosa pelo espaço.

No final, foram convidados a expressar a sua opinião sobre a biblioteca.